quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Tenho nas mãos um cheiro a limão - incomoda-me. Aprendi a ter menos frescura, a caminhar sem medo mesmo quando o tenho. Não foram os melhores meses da minha vida, mas hoje já me sinto em casa quando à noite assisto a novela. Não me apaixonei, acho que já consegui domesticar meu coração. Agora os dias demoram a passar e confesso que não me habituei às trovoadas de verão. Hoje não sei o que queria, hoje eu não sei o que quero, mas é certo que nada permanece igual e muitas coisas me deixaram atrás da porta.

4 comentários:

  1. Vamos lá ver se essa coisa se domestica. :)
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. saudades Maria, por que parastes?

    ResponderEliminar
  3. Volta, Maria, estás perdoada.

    ResponderEliminar
  4. Maria, onde estás? Aqui do Brasil sinto saudades dos teus escritos. Volta!

    ResponderEliminar